sábado, 26 de outubro de 2013

" A Dureza da Água"


A água é um bem vital para toda a biosfera. O ser humano não pode sobreviver mais do que poucos dias sem este bem natural e, mesmo nas zonas mais secas e áridas, as plantas e os animais precisam de certo teor de água.




o que é a dureza da água?
 

A “dureza” na água para consumo humano está associada à presença de catiões metálicos, designadamente os iões cálcio (Ca2+) e magnésio (Mg2+).

 
Uma água é considerada “dura” quando contém na sua composição valores significativos destes sais e “macia” quando os contém em pequenas quantidades.

 
As águas provenientes de zonas calcárias são mais duras do que as águas provenientes de zonas graníticas. 
 

   A dureza divide-se em: 
  • Dureza temporária - é gerada pela presença de   carbonatos  e bicarbonatos e pode ser eliminada por meio de fervura da água.  
  •  Dureza permanente - é devida a cloretos, nitratos sulfatos
        os quais não são susceptíveis à fervura.
       
    À soma da dureza temporária e permanente dá-se o nome de "Dureza Total" da água.

 


A dureza é expressa em miligrama por litro (mg/L) ou miliequivalente por litro (meq/L) de CaCO3 (carbonato de cálcio) independentemente dos íons que a estejam causando.



Classificação da dureza da água

 

A dureza da água está dividida em quatro patamares, que são:
  1. Águas Macias
  2. Águas Moderadamente Duras
  3. Águas Duras
  4. Águas Muito Duras
 

A figura seguinte mostra a divisão de Portugal em termos da dureza da água.


Como se manifesta

 A água dura não dissolve bem o sabão ou detergente, tem um sabor desagradável e promove a deposição de calcário nas canalizações, máquinas de lavar roupa e louça, ferros a vapor e por vezes nas torneiras e chuveiros.
 
 
Dureza da água e saúde
 

Do ponto de vista sanitário, as águas duras não apresentam inconvenientes. A presença de sais de cálcio e magnésio na água não representa risco para a saúde, pelo contrário, o cálcio e o magnésio são mesmo recomendados para o crescimento e são elementos saudáveis para os dentes e ossos e podem, proteger o ser humano de algumas doenças. Por esse motivo a água de torneira pode contribuir para as nossas necessidades diárias de cálcio.
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a dose diária de cálcio recomendada para os adultos, deve ser de cerca de 1000 mg, fornecido pela alimentação de produtos lácteos, hortícolas e cereais. O sol é determinante na fixação do cálcio nos ossos, recomendando-se uma curta exposição diária, mesmo no Inverno.
Alguns processos de tratamento de água para consumo humano, por vezes incluem a adição de sais de cálcio, procurando obter uma água equilibrada.




Biografia




  

6 comentários:

  1. Mto Bom! Continua assim que vais bem...
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Também está bacano memo! Boas ondas my friend!

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito!
    Tudo se consegue com trabalho e aplicação.
    Parabéns Miguel!

    ResponderEliminar
  4. Muito bom!
    Continua, estou a gostar de ler.

    ResponderEliminar
  5. Acho bué estranho esta coisa de água dura, para mim é pesada (conforme a quantidade), incolor (se não tiver aditivos) e sem sabor. Dura!!!??? Muito estranho...

    ResponderEliminar